O caminho da Neuropsicologia

Durante muito tempo acreditava-se que cada região do cérebro era responsável por uma função específica. O lobo frontal seria o único responsável pela tomada de decisão e raciocínio lógico, já a região temporal estaria relacionada à memória ou aos processos auditivos e o cerebelo teria apenas a função de coordenar os movimentos e o equilíbrio do corpo. Basicamente, esse paradigma é conhecido como localizacionismo cerebral que atribui funções específicas a regiões cerebrais específicas como se o cérebro não desempenhasse nenhum outro papel além daquele.

Esse pensamento perdurou por muitas décadas até que diversos estudos foram desenvolvidos na área de Neuropsicologia em interface com as Neurociências. Com o advento de novas tecnologias de neuroimagem na década de 90, como a ressonância magnética funcional ou a tomografia por emissão de pósitrons (SPECT) um novo entendimento da relação cérebro-comportamento entrou em cena, permitindo pesquisadores da área a constatarem cientificamente sobre quão surpreendente é nosso cérebro.

Uma área de conhecimento que se beneficiou muito destas novas descobertas foi a Neuropsicologia que pode ser entendida como a ciência que visa compreender a relação entre cérebro e comportamento. A Neuropsicologia atualmente tem como princípio básico a noção de integração das funções cognitivas como uma orquestra em sinfonia que considera o funcionamento do cérebro de modo integral e relacional.

Image

Mas na prática clínica, como seria possível observar estas interações entre regiões cerebrais e funções cognitivas? Uma das formas de colocar em prática esse olhar “integrativo” é a partir da Avaliação Neuropsicológica, área de atuação que possibilita a investigação de funções e habilidades que podem estar em estado de comprometimento.

A prática de Avaliação Neuropsicológica, cujo objetivo inicial é avaliar, observar e relacionar o comportamento do paciente com as funções cognitivas (por exemplo, memória, linguagem, atenção) tem se mostrado ferramenta eficaz em dois grandes eixos:

1) um melhor entendimento do cérebro, acelerando o progresso científico

2) e a elaboração de intervenções eficazes em pessoas com algum tipo de comprometimento neurológico por meio da Reabilitação Neuropsicológica.

Assim, tem-se observado o quanto a Neuropsicologia tem caminhado à passos largos no que se refere a compreensão das bases biológicas e neurológicas das doenças e sua relação com o comportamento humano. Por isso, deixemos que a Neuropsicologia continue nesse mesmo caminho do saber e do fazer.

9 pensamentos sobre “O caminho da Neuropsicologia

  1. Deve ser muito complexo entender tais interações sobre as regiões cerebrais e suas funções no corpo humano. Com certeza muitos paradigmas serão quebrados ainda com o passar do tempo. Abraço LULU.

  2. Amei o blog!!! Acho a temática o máximo, vou seguir sempre!!! O cérebro humano e o comportamento humano são itens, ao mesmo tempo que complexos, FASCINANTES…, principalmente a capacidade humana de se adaptar, readaptar e se regenerar, tanto em termos sociais como à nível sináptico! rsrsrs Adorooooo! Posso deixar uma sugestão? Gostaria de saber das teorias de como funciona o pensamento… Um Beijo grande!!!

    • Alê!! Com certeza vai ficar na minha lista de textos para o blog. O pensamento é absurdamente mais complexo, porque é um produto do cérebro. Não sabemos exatamente como e onde ele começa e termina. Será uma ótima discussão! Obrigada pelo prestígio!

  3. Oi Lulu!!!
    Mto bom saber que estás bem e fazendo o que tu gosta!
    Parabéns, amei o blog!!
    Você merece tudo de melhor, fique com Deus e boa sorte hoje e sempre.
    Saudades🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s