Um gigante acordou

Para quem está acompanhando as notícias deve saber que Michael Schumacher, o heptacampeão (sete vezes) de Fórmula 1 recém acordou de um coma que durou cerca de seis meses. Mais uma vitória para seu histórico de medalhas e taças, não é mesmo?

Nesta semana a revista Isto é publicou uma reportagem sobre Schumy que virou manchete de capa. Ainda não comprei a revista, mas provavelmente falarão sobre seu acidente e a situação em que se encontra atualmente. Além desta reportagem poderemos acompanhar a entrevista de uma sobrevivente de Traumatismo Craniano cujo tratamento de reabilitação cognitiva foi oferecido pelo Centro Paulista de Neuropsicologia, um dos pioneiros no Brasil na área de reabilitação. Para os interessados de plantão, sugiro que tentem acompanhar essas notícias.

Hoje, meu papel aqui é o de ressaltar alguns pontos importantes sobre a situação de pessoas que acordam do período de coma. A principal mensagem é a de que este período após o coma É APENAS O COMEÇO.

Atividade cerebral. Cirurgias. Clipagem. Uso de sonda. Aparelhos para ajudar a respirar. São tantos os desafios para sobreviventes após um acidente cerebral. Embora os progressos possam ser lentos, é possível percebê-los e vibrar a cada novo (e muitas vezes, pequeno) avanço.

O período pós coma ainda é um período delicado, uma vez que é importante saber quais as limitações do paciente e o que ele já é capaz de fazer. Neste momento de cuidados intensivos especiais, contamos muito com ajuda de médicos neurologistas e neurocirurgiões. Ainda no hospital, quando o paciente é levado para o quarto já somos capazes de observar algumas de suas capacidades cognitivas mais elementares como nível de consciência, capacidade de falar ou se comunicar com gestos, reconhecer familiares, ou seguir comandos simples. A recuperação após um acidente grave varia de pessoa para pessoa, mas sem dúvida alguma o tratamento precoce favorece enormemente esses casos.

A Reabilitação Neuropsicológica, como já falei algumas vezes aqui em outros textos, pode incluir uma equipe grande de profissionais. Neurologistas, psicólogos, neuropsicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, fisiatras, terapeutas ocupacionais, precisam trabalhar juntos de forma trans e multidisciplinar, cada um em sua área de especialidade, mas trocando informações com o objetivo de favorecer a recuperação do paciente e possibilitar maior qualidade de vida a ele e seus familiares. É importante ressaltar que o tratamento físico é extremamente importante nesse momento e um dos primeiros a ser realizado. Dependendo do quadro clínico, também é possível trabalhar com as dificuldades da fala, caso elas estejam presentes, e assim, um segundo passo pode ser tomado: observar quais dificuldades cognitivas estão presentes e como podemos trabalhar para compensar esses déficits.

É muito comum dúvidas surgirem após um acidente grave, como por exemplo, “eu voltarei a ser o que eu era?”; “por que agora eu esqueço tudo?”; “será que eu vou ter a memória que eu tinha antes?”; “por que hoje eu sou impulsivo e não consigo controlar meus comportamentos?”; “por que eu mudei?”. Ainda é cedo para dizer, mas muitas pessoas estão se perguntando como será a recuperação de Schumacher e quais progressos podemos esperar. Para aqueles que querem saber como isso poderá acontecer, sugiro a leitura do blog Meu cérebro mudou, construído e elaborado por sobreviventes de acidente cerebral com auxílio da nossa equipe de profissionais. O objetivo é o de relatar suas experiências após acidente cerebral. Eles são os nossos campeões, assim como Schumy é para os fãs de Fórmula 1.

Imagem

MUITO HÁ O QUE SER FEITO. Mas podemos fazer muito. E nossos pacientes também!❤

3 pensamentos sobre “Um gigante acordou

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s