Mitos e verdades sobre a Terapia Cognitiva

caixas-de-rosa-e-azul-brilhantes-dialogo_279-10355 (1)Queridos leitores e seguidores! Resolvi ampliar meus temas de discussão no meu site trazendo um pouco de conhecimento sobre uma formação clínica que tem alcançado uma série de profissionais da área de saúde mental, e também porque esse assunto tem tudo a ver com o cérebro, claro! Falo da Terapia Cognitiva (TC). Um grande número de pessoas já está careca de saber o que é a TC, então resolvi preencher meu espaço de discussão com algo que particularmente tem me preocupado um pouco. Acho muito relevante que falemos um pouco mais sobre a prática da TC não para levantar uma bandeira, mas para desmistificar, limpar o terreno e tornar a visão errônea que as pessoas têm sobre ela um pouco mais lúcida e consciente.

Tenho reparado na quantidade de pessoas que falam, comentam ou conversam sobre a TC. O que tem se tornado mais comum é que pessoas que não são adeptas dessa abordagem da psicologia, pacientes que não aderiram ao tratamento, ou amigos com outra formação acadêmica conhecem pouco ou quase nada sobre o assunto. Como resultado desse desconhecimento a visão distorcida do que é a TC e como ela trabalha também está mais frequente. Se por um lado ela está mais conhecida às pessoas leigas, por outro tem sido alvo de leituras errôneas e preconceituosas.

Sendo assim, gostaria de elencar rapidamente os mitos e as verdades sobre a TC.

tabela mitos e verdades

Existem muitos outros mitos e verdades sobre a TC, mas acho que do que foi exposto dá para ter uma boa noção do que propõe esse fascinante visão de homem mundo que a psicologia propõe. Acredito que muito há o que descobrir sobre os modelos explicativos do comportamento e da psicopatologia humanos, mas até o momento, considero a TC a abordagem que mais fundamenta e explica de modo lógico, sólido e coerente os fenômenos cognitivos (mentais), emocionais e comportamentais.

Pretendo escrever mais sobre esse assunto então a quem o assunto interessou basta acompanhar meus textos pelo blog, ou me seguindo no facebook. Deixo aqui minha página para quem ainda não descobriu que eu estou por lá também, hehehe!

Página no face: Ciência do Cérebro

Por hora é isso.

Nos vemos nos comentários.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s